10 September 2005

it haunts my dreams

Desde que mandei um mail ao meu professor japonês do Algarve (mencionando esse facto, i.e., sol, praia, doing nothing aaallll day) que o tipo decidiu passar a vida a chatear-me que eu gostava demasiado da (boa) vida para ser uma mulher de sucesso, entenda-se com prestígio e dinheiro. Pronto, fiquei traumatizada e o melhor é aceitar o meu destino e... ir para a praia!
Vai-te lixar ó Ando Sensei! Sabes lá como é a vida para lá do betão e das meetings, das 4 horas diárias de commuting e destilas as tuas frustrações em sake! Ainda me vais ligar um dia para eu colaborar contigo num projecto qualquer! Em Okinawa!
Ai, prestígio e dinheiro... doce ilusão! Um professor um dia, em palestra a alunos de 1ºano, disse: “Disseram-me: queres ser rico? Vai para Arquitectura”... AAAAAAAHHHHHHHHHHAAAAAAAAHHHHHHH. A piada do século! Ai, não fossem 10 da manhã num anfiteatro escuro com um tipo aborrecido, ou seja, não estivesse tudo a dormir e tinha sido gargalhada geral. Não, na altura acho que ninguém sabia sequer o que estava para ali a fazer. Hoje também não. Mas já sei que não vou ser rica.

3 comments:

  1. O que sempre quer dizer que também sabes que não é o mais importante...

    ReplyDelete
  2. sushi lover11:07 PM

    Sim, mas já sabia de qualquer maneira! E ainda bem!

    ReplyDelete
  3. ser rico e' ir ao encontro daquilo que se deseja e ter prazer no processo de conquista!

    ReplyDelete

Leave your comments, ideas, suggestions. And thank you for your visit!

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...