12 December 2005

publicidade institucional

Às vezes acho que os arquitectos davam óptimos voluntários para nobres causas.
Muitos, principalmente recém-licenciados (não vamos mencionar nomes), trabalham de graça ou por quantias ridículas por uma causa quase invisível que quase toda a gente ignora.
E como todas as grandes causas o mundo seria muito melhor se nos prestassem um bocadinho mais de atenção (que é um pensamento que todo o bom voluntário gosta de acreditar).

2 comments:

  1. Ainda ha pouco tempo foi criado um movimento na Catalunha, os mileuristas, na ressaca de um artigo publicado no El Pais sobre a "geracao dos mil euros".

    Acho que deviamos tirar partido deste post e apropriarnos do conceito de subalterno da Gayatri Spivak para criar em Portugal um movimento dos subalternistas!!

    ReplyDelete
  2. sushi lover12:43 AM

    JP, fantástico o artigo do El pais, n tive ainda tempo de ir ver o blog nem o conceito de subalterno, mas vou dar-lhe máxima atenção nos dias próximos.

    estou completamente solidária c tudo escrito, era a minha vida chapada com o detalhe mais perverso ainda q eu nem sequer sou mileurista, sou mesmo duzentoseciquenteurista...

    a situação é má para todos os jovens mas a dos arquitectos é de bradar aos céus. esta figura do estágio profissional, esta proliferação excessiva de cursos, esta nivelação, trasformam-nos em seres escravos, qual colaboradores...

    bem, mais direi sobre o assunto e sobre os filmes japoneses q recomendas-te! n vi todos. tb muito se podia falar sobre a juventude mileurista japonesa...

    Obrigada mais uma vez.

    ReplyDelete

Leave your comments, ideas, suggestions. And thank you for your visit!

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...