20 November 2005

Sadness is easier because its surrender. I say make time to dance alone with one hand waving free

Moon river, wider than a mile
I’m crossing you in style some day
Oh, dream maker, you heart breaker
Wherever you’re goin’, I’m goin’ your way

Two drifters, off to see the world
There’s such a lot of world to see
We’re after the same rainbow’s end, waitin’ ’round the bend
My huckleberry friend, moon river, and me

Moon river, wider than a mile
I’m crossing you in style some day
Oh, dream maker, you heart breaker
Wherever you’re goin’, I’m goin’ your way


Saí do cinema a assobiar esta música e com um sorriso estúpido nos lábios.

Elizabethtown é um filme positivo sobre como ultrapassar um fracasso, uma morte, é sobre uma viagem solitária, um amor inesperado, a importância da família, e a América, essa América que se cruza de carro. Por lamechas que soe, é sobre a vida. Onde podia ser exagerado não é, e onde podia ser lamechas não é.
E é sobre música! Não há melhor que Cameron Crowe para encaixar a música certa na cena certa. E tantas músicas certas.

2 comments:

  1. Eu ADOREI a banda sonora, de tal modo que ainda estou indecisa entre piratear a dita cuja ou pagar os direitos de autor comprando o CD na Virgin :) Fui ver ontem o The Constant Gardener. Muy bueno e recomendado. p.s. - porque é que a Kirsten Dust, apesar de ter cara de duende, fica bem em qualquer trapinho?

    ReplyDelete

Leave your comments, ideas, suggestions. And thank you for your visit!

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...